Deslizamento deixa três desaparecidos em Juiz de Fora

Três pessoas estão desaparecidas em Juiz de Fora (MG) desde a noite de ontem. Uma forte chuva provocou um deslizamento de terra, que destruiu três casas numa encosta do bairro Graminha, a cerca de 5 quilômetros do centro da cidade. Os desaparecidos, um casal e uma criança, estavam em uma das casas. Moradores das outras duas residências conseguiram escapar. Homens do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil continuaram as buscas neste domingo.Após o acidente, quando as primeiras equipes de bombeiros chegaram ao bairro Graminha, houve um novo deslizamento e o bombeiro Rogério Praxedes Almada foi soterrado. Ele foi resgatado e levado ao hospital Cotrel de Juiz de Fora, onde ficou internado. Segundo o Corpo de Bombeiros, Almada não corre risco de vida.O coordenador da seção de Informações e do Sistema de Informática da Defesa Civil de Juiz de Fora, Mario Antonio Marco da Silva, disse que a constatação de três desaparecidos é baseada em informações de vizinhos. Segundo eles, um casal e o filho estavam numa das casas na hora do acidente. "Ela (a moradia) foi destruída pelo deslizamento, eles estavam na casa e não conseguiram sair", disse Silva.O deslizamento comprometeu a estrutura de várias outras casas. Por recomendação da Defesa Civil, as famílias deixaram as moradias e só poderão voltar depois de avaliação técnica sobre os riscos. As buscas no local são feitas com dificuldade, devido aos riscos de novos deslizamentos. Há muita pedra, lama e escombros. "O trabalho é muito moroso e cuidadoso", descreveu Silva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.