Deslizamento deixa um morto e 40 desabrigados no ES

Um adolescente morreu e 40 pessoas ficaram desabrigadas em deslizamentos de terra registrados em quatro municípios do Espírito Santo. Os temporais começaram há cinco dias. As cidades mais prejudicadas pelas chuvas foram as da Grande Vitória, justamente as mais populosas, em especial a capital, Viana e Cariacica.Na madrugada de quarta-feira, 15, um barranco desmoronou e derrubou parte de uma casa no município de Barra de São Francisco. Luciano Rodrigues dos Santos, de 16 anos, estava dormindo na residência e foi soterrado pelo lamaçal. Ele foi socorrido, mas morreu ao chegar ao hospital. Sua avó, que também estava na residência, não ficou ferida.Segundo a Defesa Civil do Espírito Santo, o período em que é registrado o maior número de casos de deslizamento de encostas no Estado é de dezembro a março. "Fizemos um mapeamento das áreas de inundação, em que há riscos de deslizamentos, para que os municípios adotem medidas preventivas e sejam evitadas novas tragédias", disse o coordenador da Defesa Civil, coronel Frônzio Calheira.A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de que o tempo melhore na sexta, 17, no Espírito Santo. No entanto, uma nova frente fria, que está chegando ao Sul do País, deve atingir o Estado no domingo, 19. A Defesa Civil recomenda que os moradores de áreas de risco busquem orientação nos órgãos municipais para se protegerem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.