Deslizamento destrói dois barracos

A chuva de 32 milímetros, equivalente a 20% do previsto para todo o mês, provocou um desmoronamento que destruiu dois barracos ontem em uma área invadida na esquina da Travessa Beija-Flor com a Rua Matimpererê, Vila Brasilândia, zona norte da capital. A terra deslizou por causa da forte chuva por volta das 16 horas. A Subprefeitura da Freguesia do Ó informou que outros quatro barracos nas mediações foram interditados por medida de segurança, e que não havia feridos. Os bombeiros salvaram um homem que caiu em córrego, na Rua Sena, bairro do Tremembé, zona norte. São Paulo tem 562 locais mapeados em 20 das 31 subprefeituras como áreas de risco de desmoronamento de encostas de morro e margens de córrego. Desse total, mais de 300 são consideradas de risco alto ou muito alto. Cerca de 60 mil pessoas vivem em 11,5 mil moradias nesses locais. Os aeroportos de Congonhas, zona sul, e Cumbica, em Guarulhos, operaram à noite por instrumentos por causa do mau tempo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.