Deslizamento mata criança e fere cinco pessoas em Recife

É a nona morte registrada nos morros da capital pernambucana devido às chuvas; em todo o Estado, já são 19 mortos

Angela Lacerda - O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2010 | 09h08

RECIFE - Um deslizamento de barreira no Córrego do Abdias, bairro da Linha do Tiro, zona norte do Recife, provocou a morte uma criança de dois anos e feriu outras cinco pessoas da mesma família na madrugada desta segunda-feira, 28.

 

Veja também:

linkEm PE, Lula promete R$ 500 mi para o NE

linkFome, saques e cidades fora do mapa depois das chuvas

linkPara Jobim, situação é comparável à do Haiti

mais imagens A tragédia do Nordeste, em imagens

 

O deslizamento destruiu a casa onde moravam e a criança ficou soterrada. Resgatada pelos bombeiros, ela foi levada, ainda com vida, para a Policlínica Amauri Coutinho, no bairro de Campina do Barreto, mas não resistiu. As outras pessoas atingidas, inclusive três irmãos menores da vítima, passam bem.

 

Na noite do dia 17, no mesmo bairro da Linha do Tiro, cinco pessoas de uma mesma família - os pais e três filhos pequenos - também morreram soterrados devido a um deslizamento de barreira.

 

Com a morte de hoje, Recife soma nove vítimas fatais das chuvas. Seis delas, crianças. No Estado, são 19 mortes.

 

Calamidade pública

 

Chega a 12 o total de cidades em calamidade pública devido às cheias da última semana em Pernambuco, segundo levantamento da Defesa Civil estadual divulgado nesta segunda-feira, 28.

 

Foram incluídas as cidades de Primavera, Catende e Maraial. As outras cidades na mesma situação são Água Preta, Barra de Guabiraba, Barreiros, Correntes, Cortês, Jaqueira, Palmares, São Benedito do Sul e Vitória de Santo Antão, Primavera, Catende, Maraial.

 

Com isso, diminui para 27 os municípios em situação de emergência. No total, são 67 municípios pernambucanos afetados pelas chuvas.

 

O número de desabrigados e desalojados são 26.966 e 55.643 respectivamente. O número de casas que foram danificadas/destruídas subiu de 11.748 para 14.136. Cerca de 4.478 quilômetros de estrada também ficaram comprometidas, assim como 142 pontes.

 

Texto atualizado às 9h55.

Tudo o que sabemos sobre:
PernambucoNordestechuvasdeslizamentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.