Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Desmantelada rede de prostituição de menores em Aracaju

A Polícia Federal de Sergipe desencadeou, em Aracaju, a Operação Sedução, desmontando uma rede de prostituição infantil comandada pelo auditor da Receita Federal no Estado de Sergipe, Eduardo Groeschel de Gusmão. Além dele, foram presos seu motorista, Eduardo Santana, Sueli Maria de Figueiredo e Vanúsia Santana Oliveira. Todos acusados pelo crime de exploração sexual de crianças e adolescentes.A Operação Sedução contou com a participação de 40 agentes da Polícia Federal. Os agentes realizaram busca na casa dos acusados, na Delegacia da Receita Federal e no escritório do auditor, locais onde recolheram documentos, disquetes e computadores que serão analisados pela perícia. Para PF, Gusmão era o principal membro da rede. De acordo com o delegado responsável, em todas as investigações feitas o nome do auditor fiscal Eduardo Gusmão aparecia como principal articulador de programas sexuais.O juiz da 3a Vara Criminal, José Anselmo de Oliveira disse que expediu os mandados porque a PF dispunha de elementos que comprovavam o crime de aliciamento de menores, levando-as para prostituição. "Eles cometiam estupros, ao manter relações sexuais com as menores", afirmou o juiz que ficou satisfeito com a operação.Se condenados, os acusados podem pegar de quatro a 10 anos de prisão, além de multa. As investigações corriam há dois anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.