Desmantelado esquema de roubo de equipamentos da Petrobras

Material era vendido para empresas terceirizadas e está avaliado em R$ 6 milhões

07 de março de 2008 | 03h38

A polícia encontrou, nesta quinta-feira, diversos equipamentos, pertencentes à Petrobrás, usados na extração de petróleo, em dois depósitos, propriedades de um mecânico, na cidade de Catu(BA), a 78 quilômetros de Salvador. O material é roubado e está avaliado em 6 milhões de reais, segundo o Jornal da Globo. O dono dos depósitos está foragido, mas o filho dele foi preso. Segundo a polícia, pai e filho agiam há pelo menos um ano. Eles encomendavam o roubo das peças da estatal, reformavam o equipamento e o vendiam como novo para empresas terceirizadas que prestam serviço à Petrobras. A polícia informou que dois funcionários de uma delas, a Empresa Brasileira de Perfurações, foram detidos comprando as peças em um dos depósitos clandestinos. Eles foram indiciados e depois liberados. A Petrobras afirma que foi informada sobre operação em Catu e que já vinha colaborando com as investigações.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobrasroubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.