AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Desmontadas centrais telefônicas suspeitas de uso pelo PCC

Investigadores da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Bauru, no interior de São Paulo, desmontaram, na madrugada desta sexta-feira, 19, duas centrais telefônicas clandestinas que serviam para transferir ligações a detentos de dois presídios da cidade. As centrais funcionavam em duas casas nos bairros Vila Independência e Parque Bauru, na periferia da cidade. A polícia suspeita que as centrais eram usadas pelo PCC para comunicação com os detentos. Uma mulher e o filho, que operavam uma das centrais, foram presos. Na casa, também foram apreendidos notebooks roubados. Agora, a polícia deverá pedir quebra de sigilo das ligações feitas para descobrir se as centrais eram usadas pela facção criminosa ou não.

Agencia Estado,

19 de maio de 2006 | 16h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.