Detento é encontrado morto em Hortolândia

Condenado a 11 anos de prisão por furto e roubo, José Antônio da Cunha, de 38 anos, foi encontrado morto em uma cela-seguro da Penitenciária 2 (P-2) do Complexo Penitenciário Campinas/Hortolândia, neste domingo, 12. De acordo com Hugo Berni Neto, Coordenador das Unidades Prisionais da Região Central, há a hipótese de suicídio, uma vez que Cunha dividia a cela apenas com mais um preso e estaria sendo ameaçado de morte por outros condenados. O homem teria se enforcado com linha de costurar bolas, material usado pelos detentos em serviços dentro da P-2.José Antônio da Cunha estaria sendo ameaçado por integrar o Terceiro Comando da Capital (TCC), facção criminosa liderada pelo assaltante José Márcio Felício, conhecido como Geleião, e que teve origem após um racha entre integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.