Detento morre em rebelião em presídio de São Luís

Um presidiário morreu neste domingo durante uma rebelião no presídio de Pedrinhas em São Luís, no Maranhão. Entre 150 e 200 detentos se rebelaram e mantém três funcionários, responsáveis pela distribuição de comida, como reféns. A confusão começou logo depois que foi descoberto um plano de fuga em massa. Os presos rebelados ainda tentaram manter a enfermeira de plantão como refém, mas foram impedidos por presos que não aderiram à rebelião.Um outro detento também foi ferido com um tiro no braço e outro nas mãos. A tropa de choque que da Polícia Militar foi para o local e os presos estão armados com facas artesanais. O clima é tenso e há informações de que os reféns foram espancados.A idéia dos rebelados era aproveitar que quase todo o efetivo da PM estava no esquema de segurança das eleições para fugir e evitar a recaptura. O secretário adjunto de Justiça, Sebastião Uchôa, e corregedor do sistema penitenciário foi para o local negociar o fim da rebelião e a libertação dos três reféns.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.