Detentos de presídio são encontrados tomando cerveja em bar

Policiais militares de Minas Gerais se surpreenderam ontem à noite durante um patrulha em Betim, na regiâo metropolitana de Belo Horizonte, ao encontrar três detentos que haviam fugido do Centro de Remanejamento da Secretaria de Segurança Pública (Ceresp) bebendo cerveja em um bar nas proximidades do presídio. Segundo a direção do Ceresp, os presos escaparam depois de enganar os seguranças da penitenciária. Eles trabalhavam na faxina e teriam dito que iriam consertar a bomba de sucção de um poço artesiano que fica do lado de fora do presídio.Mas Ronei Soares Pereira, de 38 anos, Ciro Correia Filho, de 38, e Ailton Antônio da Silva, de 34, não foram muito longe. Eles pararam num bar a 600 metros do Ceresp, localizado no bairro Morada do Trevo. De acordo com a ocorrência da PM, os policiais suspeitaram de algumas pessoas que estavam próximas a um automóvel - uma caravan bege (placas GKKT 6025). Os ocupantes do veículo - Sandro Aloísio Veloso, de 21 anos, e Viviane dos Santos Miranda, de 22 - e os três fugitivos, que estavam próximo, foram abordados. Os policiais identificaram então os presos.O automóvel foi apreendido e as cinco pessoas encaminhadas para a 4ª Delegacia de Polícia de Betim, onde prestaram depoimento. Os presos devem ser levados novamente para o Ceresp. Os funcionários do presídio que estavam de plantão no momento da fuga deverão ser ouvidos pela Corregedoria da Polícia Civil durante a semana.

Agencia Estado,

19 de julho de 2003 | 15h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.