Detentos fazem três reféns em rebelião em Itapecerica

Três agentes penitenciários estão sendo mantidos reféns desde às 19 horas desta sexta-feira por parte dos 1.338 presos que superlotam a carceragem feita para 768 homens no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Itapecerica da Serra, localizado na altura do quilômetro 290 da Rodovia Régis Bittencourt, no bairro de Potuverá, na Grande São Paulo.O motim teve início após uma tentativa de fuga, cujos detalhes ainda não foram informados nem pela Polícia Militar nem pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).Os detentos estariam reivindicando transferência para outras unidades. Três pavilhões foram tomados pelos amotinados, que atearam fogo em vários colchões. O diretor do CDP, Eber Rogério Bueno dos Santos, e um grupo de negociação da SAP, tentam convencer os detentos a liberar os reféns, mas os presos afirmaram que não pretendem fazê-lo nesta madrugada.Policiais militares de quatro batalhões da região cercam o Centro de Detenção para evitar uma fuga em massa. Por enquanto não há informação sobre presos ou reféns feridos. Os detentos estariam usando como armas apenas estiletes artesanais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.