Detentos flagrados cuidando de carceragem no Rio são transferidos

No último dia 4, em operação do Ministério Público do Rio, agentes flagraram os detentos da Polinter tomando conta da portaria do presídio

Priscila Trindade, estadão.com.br

11 de agosto de 2010 | 15h32

SÃO PAULO - Noventa presidiários descobertos cuidando da portaria da carceragem da Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) de Queimados, na Baixada Fluminense, estão sendo transferidos na tarde desta quarta-feira, 11, para as unidades do Complexo de Gericinó. No total, 150 detentos serão transferidos. A ação será concluída até sexta-feira, 13.

 

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), antes de irem para as unidades prisionais todos vão passar por uma triagem médica no Ambulatório Walter Rodrigues, localizado na Penitenciária Industrial Esmeraldino Bandeira.

 

No último dia 4, durante uma operação do Ministério Público Estadual do Rio (MPE) para cumprir mandados de busca e apreensão, os agentes flagraram os detentos da Polinter tomando conta da portaria do presídio. Eles também eram responsáveis por outras tarefas no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.