Detidos 2 em fiscalização da Lei Seca em Salvador

Engenharia de Tráfego da capital baiana começou série de blitze mesmo sem apoio da PM

Tiago Décimo, O Estado de S.Paulo

04 de julho de 2008 | 19h11

Mesmo sem o apoio da Polícia Militar - que alega não ter sido informada sobre as ações -, a Superintendência de Engenharia de Tráfego (SET) de Salvador (BA) iniciou, na noite de quinta-feira, 4, a série de blitze que pretende realizar nos fins de semana, para fazer cumprir a chamada Lei Seca. O resultado foi considerado satisfatório pela SET: apenas três pessoas foram notificadas e duas acabaram detidas - proporção muito menor do que os 12% motoristas que costumavam ser flagrados com algum teor de álcool no sangue nas "fiscalizações educativas" que a superintendência promovia na cidade desde 2005.   Veja também: Associação de bares entra com ação contra Lei Seca no STF Cai total de vítimas em 3 hospitais de SP após Lei Seca Advogado comenta a norma de tolerância zero    Entenda os principais pontos da Lei Seca Opine - Aliás: a lei no Brasil é muito rigorosa?     No total, 514 motoristas foram abordados em quatro pontos considerados estratégicos na cidade, com concentração de bares e restaurantes. "Temos o objetivo de fazer com que a lei seja respeitada, não de punir pessoas", diz o coordenador de Estatística da SET, Ivo Nascimento. Outras 15 pessoas foram multadas e tiveram os carros apreendidos por problemas de documentação.   O órgão, porém, tem a expectativa que a proporção de autuados cresça ao longo do fim de semana. Além de as festas serem mais comuns nas noites de sexta-feira e de sábado, na noite de ontem foi verificada uma "retirada em massa" por parte dos freqüentadores dos bares e barracas, no período em que a SET montava a estrutura e aguardava a chegada da PM para realizar as blitze.   Sessenta agentes e quatro supervisores estão sendo destacados por noite para realizar as fiscalizações. A SET dispõe de 2.500 bafômetros e 12 etilômetros para flagrar motoristas que tenham ingerido bebidas alcoólicas antes de dirigir.

Tudo o que sabemos sobre:
Lei secabebidasSAlvadorBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.