AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Detidos possíveis membros do PCC com aparelho de central telefônica

Após uma denúncia anônima, policiais militares das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) detiveram quatro homens suspeitos de pertencerem à facção criminosa conhecida como Primeiro Comando da Capital (PCC). Por volta das 20 horas, os policiais invadiram uma residência de alvenaria na Favela do Jardim Miriam, localizada na rua Sebastião Afonso, no Jardim Miriam, zona sul da capital paulista.No momento em que entraram na casa, os policiais descobriram que um dos homens estava conversando, por meio de um aparelho clandestino de uso exclusivo de central telefônica, com uma pessoa identificada apenas como "Geraldinho" e que estaria cumprindo pena no interior de um presídio da capital.Além do aparelho clandestino de central telefônica, foram apreendidas duas armas - um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12. Estão presos Paulo Francisco de Oliveira, 22, Cléber Soares de Souza, 27, Cleiton Luiz de Souza, 22 e o líder da quadrilha, Nelson Piedade, 49, fugitivo do Presídio do Tremembé, no Vale do Paraíba, onde cumpria pena de 46 anos de reclusão.O delegado Cláudio Roberto, do 97.º Distrito Policial, de Americanópolis, onde o caso está sendo registrado, interroga os quatro detidos, que serão indiciados por porte ilegal de armas, formação de quadrilha e uso ilegal de prestação de serviço público. A polícia espera ter encontrado mais um braço das centrais telefônicas clandestinas utilizadas por membros do PCC, que as utilizam para se em comunicarem com colegas detidos no interior dos presídios da capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.