Dez morrem em acidente de ônibus no sul da Bahia

Veículo capotou em uma ribanceira de cinco metros de altura, próxima à cidade de Teixeira de Freitas; maioria das vítimas foi arremessada para fora do veículo com a força do impacto

Tiago Décimo, O Estado de S. Paulo

15 Maio 2013 | 11h28

Dez pessoas morreram e 18 ficaram feridas depois de um ônibus da empresa Águia Branca sair da pista, na BR-101, e capotar em uma ribanceira de cerca de 5 metros de altura, que margeia a estrada no trecho conhecido como Curva da Tarifa, nas proximidades de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o ônibus fazia a viagem entre Vitória (ES) e Itamaraju, no sul baiano. A viação informou que havia 31 pessoas a bordo. Nove delas, incluindo o motorista do veículo, identificado como Maurício de Souza, de 35 anos, morreram no local do acidente, ocorrido por volta das 5 horas.

A maioria das vítimas foi arremessada para fora do veículo, por causa da força do impacto. Uma mulher, não identificada pela PRF, chegou a ser levada ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, para onde foram encaminhados os feridos, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo o hospital, um homem está internado em estado grave.

Ainda não se sabe o que causou o acidente. Análises preliminares apontam que o motorista passou reto pela curva, considerada perigosa e com sinalização de advertência para os motoristas. A pista estava não estava molhada, mas a região é conhecida pela ocorrência de neblina ao amanhecer.

Inicialmente, os policiais suspeitam que o motorista tenha dormido ao volante, ou sofrido algum problema de saúde enquanto conduzia o veículo. Problemas mecânicos no veículo ou fatores externos, como o aparecimento de um animal na pista, porém, não estão descartados.

Em nota, a Águia Branca informou que os dados da telemetria não indicam excesso de velocidade e que o motorista estava há três anos na empresa, fazendo na maior parte do tempo o trajeto no qual ocorreu o acidente.

Mais conteúdo sobre:
acidentebahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.