Dez presos morrem e mais de 60 fogem em rebelião

Dez presos morreram e mais de 60 fugiram durante uma rebelião na cadeia pública do Embu, na Grande São Paulo. As mortes, oito por asfixia e dentro de uma das celas, só foram constatadas após o final da rebelião, por volta das 14 horas, quando foi iniciada a recontagem dos presos. O motim teve início às 11h30.Segundo o delegado Antônio Martins Fontes, os 10 mortos estavam na ala do seguro, onde ficam os presos ameaçados de morte. Outros dois foram mortos por espancamento. O carcereiro que foi mantido como refém teve o nariz quebrado. Até o momento, 22 presos já foram recapturados.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2002 | 16h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.