Dezessete homicídios em menos de 7 horas na grande SP

A grande SP, a exemplo do ocorrido na noite e madrugada de reveillón, registra um número grande de mortes ocasionadas por disparos de armas de fogo. Das 17h30 de quinta-feira à 0h desta sexta, foram registrados 17 homicídios na capital e grande São Paulo. Na zona leste, os crimes de morte foram registrados no Parque do Carmo, São Mateus, Itaim Paulista, Vale do Aricanduva, Jardim dos Ipês, Guaianazes e Jardim Rubro. Por volta das 20h30 de ontem, no bairro do Belém, dois homens, um deles boliviano, foram baleados em frente a um bar. O estrangeiro morreu; o colega deste continua internado. Um duplo homicídio doloso foi registrado no Parque Bristol, zona sul da capital paulista. Na zona norte, ocorreram duas mortes, uma em Vila Penteado, e outra, de um policial militar à paisana, vítima de assalto, na Vila Santa Amália. Três jovens foram assassinados na primeira chacina do ano na grande São Paulo, registrada em Diadema. Ainda no grande ABC, a polícia investiga outro homicídio, ocorrido em São Bernardo do Campo. Segundo o que foi apurado pela reportagem da Agência Estado junto às delegacia, todos os crimes, exceto a morte do policial militar, ocorreram por motivos banais e vingança ou acerto de contas entre bandidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.