Dezoito presos fogem por túnel em Itirapina

Dezoito detentos da Penitenciária 2 de Itirapina fugiram por volta das 23h30 de quinta-feira, 10, por um túnel com mais de 20 metros de extensão que passava por baixo da muralha do presídio.Os detentos aproveitaram a grande concentração humana no raio 1 - o único em funcionamento no presídio onde se concentram 1.227 presos - para cavar um túnel dentro de uma das celas. A penitenciária foi construída com capacidade para abrigar 852 detentos.O túnel, com mais de três metros de profundidade, passava sob o alicerce da muralha, o que facilitou a fuga em massa, que só não foi maior porque, segundo Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), agentes de escolta e de vigilância penitenciária fizeram disparos de advertência para conter a fuga de outros presos. No período da tarde, a tropa de choque da Polícia Militar foi chamada pela direção do presídio e iniciou uma blitz e tapou o buraco com concreto.Os presos aproveitaram a proximidade de uma reserva florestal para fugir pelo matagal. Apenas um deles havia sido recapturado até as 18h30 desta sexta-feira. PresosQuatro detentos da ala de semi-aberto da Penitenciária 1 de Mirandópolis, que haviam sido liberados para a saída temporária do Dia dos Pais, foram levados de volta para o presídio na manhã desta sexta-feira. A polícia flagrou os quatro fora do endereço da casa que eles tinham dado para conseguir a saída. Três deles estavam em Lavínia e um deles hospedado num hotel de Andradina. Os quatro haviam prometido sair para passar o fim de semana com familiares em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.