Celso Junior/AE
Celso Junior/AE

DF: Incêndio em mata suspende aulas e faz aeroporto operar por instrumentos

Fogo começou na quinta-feira; bombeiros tentam combater focos de incêndio

Priscila Trindade, estadão.com.br

09 Setembro 2011 | 11h03

SÃO PAULO - O Aeroporto de Brasília opera por instrumentos desde as 4h20 desta sexta-feira, 9, devido a falta de visibilidade provocada pela fumaça de um incêndio nos arredores. Segundo a Infraero, nenhum voo foi cancelado.

O Corpo de Bombeiros tenta apagar o foco de incêndio em uma mata próxima ao terminal. A corporação tenta extinguir ainda outros dois incêndio no Distrito Federal desde a manhã de quinta-feira. Um deles, na Floresta Nacional de Brasília, no município de Taguatinga, e outro no Jardim Botânico. Cerca de 14 viaturas trabalham no combate as chamas.

Os incêndios podem ter sido provocados pelas condições climáticas. A baixa umidade do ar e o calor, comum nessa época do ano, favorecem queimadas. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a tendência é que a umidade do ar fique em torno de 15% hoje. A temperatura máxima pode alcançar os 32ºC. Ontem, o índice do ar chegou a 13%, no período entre 15 e 16 horas, e os termômetros registraram 31,5ºC.

Por causa da fumaça, quatro escolas na região do Paranoá e a Escola Classe Jardim Botânico suspenderam as aulas hoje. Segundo a Secretaria de Estado de Educação do DF, esse é o segundo dia que a Escola Jardim Botânico cancela as aulas.

Balões. A organização do Campeonato Nacional de Balonismo da Independência suspendeu as provas previstas para esta sexta-feira em razão da falta de visibilidade. O torneio, que faz parte das comemorações da Semana da Pátria, reúne 37 balões que se enfrentarão em uma disputa que contará com 30 pontos de pouso em todo o Distrito Federal.

Desde quarta-feira, os balões sobem aos céus em dois horários: às 7h e às 16h. Os pilotos decolam da Esplanada dos Ministérios, próximo à Catedral, e seguem em direção ao Eixo Monumental e ao Lago Paranoá. O evento termina no sábado.

Mais conteúdo sobre:
seca Brasília incêndios aeroportos aulas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.