Dia sem feridos em Pamplona

de vários dias dechifradas e pisões, os touros de Pamplona protagonizaram umencerramento rápido e limpo hoje, no penúltimo das festas de SanFermín. Apenas alguns participantes receberam arranhões, masninguém foi corneado. Em contraste, ontem, oito pessoas foramferidas pelos chifres dos touros que correm loucamente pelasruas da cidade espanhola. A corrida dura poucos minutos. Soltam-se os touros ferozes deum curral e eles saem correndo atrás da multidão de candidatos alevar uma chifrada, rumo a uma praça de touros. Desde 1924, ano em que as autoridades começaram a tabularestatísticas sobre a festa de São Fermín (São Firmino emportuguês), já foram registradas 13 mortes. A última vítimafatal foi um americano, em 1995. Famoso por suas festas de rua que duram a noite toda, ofestival de San Fermín remonta ao século 16 e se tornouconhecido mundialmente quanto o escritor americano ErnestHemingway as descreveu em seu romance de 1926, The Sun AlsoRises (O Sol Também se Levanta).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.