Dia tranqüilo no aeroporto paulistano; Cumbica registra menos atrasos

Ontem foi mais um dia tranqüilo em Congonhas. Funcionários das companhias aéreas e da Infraero admitiram que nunca acharam que veriam tanto sossego. Até as 21 horas, o aeroporto tinha, dos 261 vôos programados, 3 atrasados e 84 cancelados - a maioria desviada para o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, que também teve um dia relativamente calmo: até as 22 horas de ontem, das 236 partidas programadas, 50 tiveram atrasos de mais de uma hora e nove foram canceladas. O aeroporto havia recebido, até as 22 horas, 24 vôos alternados de Congonhas. Depois do acidente com o Airbus da TAM, no dia 17, Cumbica foi a alternativa para transferências de vários vôos, o que se refletiu nos saguões do aeroporto, que ficaram lotados por dias. Ontem porém, não houve tumultos. Além das transferências, 310 vôos foram alternados de Congonhas para Guarulhos entre 17 e 25 de julho. Se considerados só os desvios, desde o acidente as operações aumentaram, em média, 8,4% por dia. FILA Ontem, a TAM voltou a vender passagens em Cumbica, embora estivesse com quase todos os vôos lotados. O mesmo aconteceu com a Gol, que chegou a colocar passageiros em uma lista de espera.

Bruno Moreschi e Camilla Rigi, O Estadao de S.Paulo

07 Julho 2027 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.