Dias em São Paulo devem ser mais quentes nesta primavera

É dia de dar adeus ao inverno. Na madrugada deste sábado, 23, mais precisamente à 1h03, começa a primavera com a promessa da continuidade dos dias quentes que marcaram a última estação em São Paulo, mas também com pancadas de chuva que lembram o verão. Embora as temperaturas altas em São Paulo sejam comuns na primavera, quando costumam alcançar os 31 graus, desta vez devem ficar ligeiramente acima do normal, chegando a até 35 graus, de acordo com previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).De acordo com a média de anos anteriores em São Paulo, as temperaturas costumam ficar entre 6 e 20 graus na região serrana e entre 12 a 31 no restante do Estado. Com o calor, o ar seco predominante neste inverno deve se estender até a primeira quinzena de outubro, quando começa o período de chuva com entrada de frentes frias com mais freqüência e que, dentro de um mesmo dia, podem mudar as temperaturas drasticamente e provocar chuvas mais fortes. "A primavera é uma estação de transição entre o inverno e o verão. Por isso, ao mesmo tempo em que entradas de massa de ar frio causam chuvas fortes e queda de temperatura, há dias de temperaturas altas com recordes de calor", explica a meteorologista Luciene Dias, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).Neste fim de semana, o primeiro da nova estação, a previsão para o sábado é de bastante calor em São Paulo com temperaturas entre 13 e 30 graus. A tarde deve ser abafada e à noite com a chegada de uma nova frente fria vinda do Sul do País, devem ocorrer pancadas rápidas de chuva forte em pontos isolados. Devido à passagem dessa frente fria o domingo, 24, deve ser um dia nublado com temperatura mais amena - entre 17 e 24 graus - e possibilidade de chuva a qualquer hora do dia.O inverno paulista termina com bastante calor e sem previsão de chuva nesta sexta-feira, 22, - os termômetros devem alcançar os 28 graus na capital e no litoral e até 32 graus no oeste paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.