Dilma gasta R$ 4,5 mi com programa de TV

Serra tem despesa de R$ 1,2 milhão com serviços prestados por terceiros e Marina empenha R$ 1,1 milhão com publicidade impressa

Eugênia Lopes / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

07 de agosto de 2010 | 00h00

A dez dias do início da propaganda eleitoral na TV e no rádio, a presidenciável do PT, Dilma Rousseff, gastou R$ 4,5 milhões na confecção de seus programas e R$ 2 milhões com a criação de sua página na internet. Isso representa mais da metade do que o comitê da candidata arrecadou até agora: um total de R$ 11,6 milhões.

Esses gastos estão na prestação parcial de contas divulgada ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Principal adversário de Dilma, o tucano José Serra arrecadou R$ 3,6 milhões. Foi menos que os R$ 4,6 milhões coletados pela candidata do PV, Marina Silva. Desse valor, pelo menos R$ 1 milhão foi doado pelo vice de sua chapa, o empresário Guilherme Leal, o candidato mais rico do País, com fortuna declarada de R$ 1,2 bilhão.

Assim como a petista, a maior despesa de Marina até agora foi com a produção de programa de rádio e TV - R$ 1.325.835,90. Ao contrário de Dilma e de Marina, Serra não gastou até agora um centavo com os programas de TV e rádio.

Obrigatoriedade. Neste ano, a grande novidade na prestação parcial de contas é obrigatoriedade do envio pelos bancos para o TSE dos extratos eletrônicos da movimentação da conta bancária eleitoral dos candidatos e dos comitês financeiros. Os extratos serão enviados mensalmente à Justiça Eleitoral a partir da próxima quarta-feira. Dessa forma, o TSE poderá confrontar os dados enviados pelas campanhas com o extrato bancário.

A maior despesa declarada por José Serra foi com serviços prestados por terceiros - R$ 1.281.289,22. Neste mesmo quesito, o comitê financeiro de Dilma declarou ter pago R$ 1 milhão a prestadores de serviço. Já Marina usou R$ 1 milhão para pagar serviços prestados por terceiros e mais R$ 1.107.730,00 com publicidade impressa.

O segundo maior gasto do presidenciável tucano na campanha foi com transporte e deslocamento: R$ 654.932,75. Dilma teve despesa de R$ 558.188,43 com transporte. Marina não declarou nada.

Totais. Os três principais candidatos à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva arrecadaram até agora R$ 19,8 milhões. Dilma já gastou R$ 9,5 milhões. As despesas de Serra somaram R$ 2,5 milhões e as de Marina R$ 3,4 milhões.

A previsão de gastos da petista é de R$ 157 milhões, enquanto a de Serra chega a R$ 180 milhões. O orçamento de Marina é mais modesto: a ex-ministra pretende gastar R$ 90 milhões em sua campanha.

Dos nove candidatos à Presidência, quatro declaram à Justiça Eleitoral não ter arrecadado nada para suas campanhas. São eles: Ivan Pinheiro (PCB), José Maria Eymael (PSDC), José Maria de Almeida (PSTU) e Rui Costa Pimenta (PCO).

Levy Fidelix (PRTB) informou ao TSE ter receita de R$ 1 mil. Já Plínio de Arruda Sampaio declarou ter recebido R$ 35.040.

Nesta primeira prestação parcial, os candidatos não são obrigados a revelar os nomes de doadores. Quando entregou as contas ao TSE, no início da semana, a assessoria da campanha de Marina revelou que a candidata do PV foi financiada basicamente pelo sistema financeiro: 80% dos recursos vieram de pessoas jurídicas - destes, a maior parte veio de bancos. A segunda prestação de contas dos presidenciáveis será divulgada pela Justiça Eleitoral no dia 6 de setembro.

Caixa de campanha

R$ 11,6 milhões é o total arrecadado pela campanha presidencial da candidata do PT, Dilma Rousseff

R$ 4,6 milhões foi quanto a candidata do PV, Marina Silva, amealhou de contribuições

R$ 3,6 milhões é montante que o comitê do tucano José Serra levantou até agora para financiar sua campanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.