Dilma: governo não tem posição sobre legalização dos bingos

A ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, sinalizou nesta segunda-feira, 23, que ainda não existe uma posição clara do governo federal em relação à legalização dos bingos. Dilma afirmou que com o aprofundamento das investigações sobre a máfia do jogo será "delineado" um "modelo institucional" dos jogos de azar no Brasil. "Eu não acho que seja uma questão tão simples assim a relação do bingo com o crime organizado e a lavagem de dinheiro. E acho que os últimos acontecimentos da Polícia Federal evidenciam isso. É óbvio que na medida em que se aprofundarem as investigações um modelo institucional para a questão dos jogos de azar vai ser delineado no Brasil", afirmou, após encontro com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), no Palácio das Mangabeiras, sede do governo mineiro. Em relação ao envolvimento de juízes e magistrados nas investigações das operações Hurricane (furacão, em inglês) e Têmis, Dilma fez questão enfatizar que "parcelas muito minoritárias e segregadas" do Judiciário tiveram envolvimento com o esquema. As operações investigam ilegalidades, lavagem de dinheiro e a compra de liminares para permitir o funcionamento de bingos e de máquinas caça-níqueis. Fechamento de bingos Nesta segunda, outros dois bingos devem ser interditados pela subprefeitura do Butantã, em São Paulo. As casas Portal Promoções e Eventos e o Bingo Morato Promoções e Eventos, que desobedeceram o lacre feito no final de 2006, foram indiciados por crime de desobediência e serão interditados com malotões de concreto. Por conta da Operação Hurricane, que tenta desmontar a máfia do jogo ilegal no País, 53 liminares que autorizavam o funcionamento de bingos, sendo 45 em São Paulo, foram derrubadas. A decisão foi tomada na quinta-feira, 19, pela presidente do tribunal, Diva Malerbi, que acatou recurso da Advocacia Geral da União (AGU). Em um de seus despachos, ela argumenta que o funcionamento de casas de jogo representa ?grave lesão à ordem pública?, já que os bingos têm sido ?associados ao crime organizado e à prática de outros crimes?. Mais de 500 ações contra bingos estão em tramitação no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, responsável por São Paulo e Mato Grosso do Sul. Texto ampliado às 15h07 para acréscimo de informações.

Agencia Estado,

23 Abril 2007 | 14h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.