Dilma isenta partido e Serra não comenta

A candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, voltou a falar do suposto dossiê contra tucanos. Ontem, em Bruxelas, ela afirmou que o jornalista Luiz Lanzetta nunca foi do PT. Lanzetta é o dono da empresa contratada pelo partido para montar a equipe de trabalho da ex-ministra da Casa Civil. "Nós contratamos uma empresa. O que ela faz é responsabilidade dela", avisou.

Andrei Netto e João Domingos, ENVIADOS ESPECIAIS / BRUXELAS, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2010 | 00h00

Em Teresina, o presidenciável tucano José Serra não quis comentar o depoimento do delegado Onézimo Sousa, alegando ter tomado conhecimento do assunto durante o voo para o Piauí. "Não vi o depoimento e só vou falar depois de ver", explicou.

Acompanhado do candidato a governador do Piauí pelo PSDB, Sílvio Mendes, e do senador Mão Santa (PSC), Serra foi ao Estado para participar do 3.º Encontro de Líderes do Nordeste, organizado pela Associação dos Jovens Empreendedores, onde proferiu palestra. / COLABOROU LUCIANO COELHO, DE TERESINA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.