Dilma propõe 'disputa do bem' com o tráfico nos morros do Rio

Ministra-chefe da Casa Civil insiste que para controlar violência é preciso investir em obras, além da polícia

Leonêncio Nossa, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2009 | 10h41

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou nesta quinta-feira, 29, em entrevista ao programa Bom Dia, Ministro, da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), que o crime organizado "invadiu" os morros e favelas do Rio de Janeiro porque o Estado "fugiu" dessas áreas. "No Brasil, não se investia em favelas e bairros populares", afirmou a ministra, de acordo com informação divulgada pela Agência Brasil.

 

Veja também:

linkTarso quer explicação para material de segurança sem uso

linkUnião deve reconhecer sua responsabilidade no Rio, diz Lula

linkAlencar convida empresários para lutar contra violência no Rio

 

Dilma propôs uma "disputa do bem" com o tráfico para garantir a presença do Estado nas áreas com maiores índices de violência. "É possível que a gente dispute com o tráfico e façamos essa disputa do bem, que é, de fato, nossa presença efetiva, com a Polícia também, mas também com obras e serviços públicos de qualidade para a população."

 

A Agência Brasil divulgará, nesta manhã, o conteúdo de outros trechos da entrevista da ministra às emissoras que transmitem o Bom Dia, Ministro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.