Dilma reserva espaço na agenda para ir a Davos

A presidente Dilma Rousseff reservou um espaço na agenda para participar do Fórum Econômico Mundial em Davos (Suíça), na última semana de janeiro (dias 26 a 30), mas sua presença ainda não é garantida. De acordo com informações de assessores da presidente, a agenda internacional ainda não foi definida com o Itamaraty.

, O Estado de S.Paulo

06 de janeiro de 2011 | 00h00

Na tarde de terça-feira, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, conversou com Dilma sobre os compromissos internacionais que estão no horizonte. Está acertado que a presidente deve ir para a Argentina no fim deste mês ou início do próximo, para uma reunião bilateral com a presidente Cristina Kirchner. No dia 6 de fevereiro, Dilma deve comparecer à cúpula América do Sul-Países Árabes (Aspa), em Lima (Peru).

Se todas forem confirmadas, Dilma faria três viagens internacionais em pouco menos de duas semanas, mesmo já tendo dito que prefere reduzir o ritmo seguido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre 2009 e 2010, Lula foi mais de 70 vezes ao exterior. No entanto, a última vez que o ex-presidente compareceu a Davos foi em 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.