Dilma tem vantagem de 23 pontos sobre Serra

No Datafolha, a petista mantém 50%, mesmo porcentual da pesquisa anterior, enquanto tucano oscila para 27%, 1 ponto a menos que na semana passada

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2010 | 00h00

O debate em torno da violação do sigilo fiscal de Verônica Serra, filha do presidenciável José Serra (PSDB), não alterou o quadro eleitoral - ao menos em termos nacionais. Dilma Rousseff segue na frente, com 50% das intenções de voto, segundo o instituto Datafolha.

A candidata do PT manteve o porcentual obtido na pesquisa anterior, feita há uma semana. Já Serra oscilou de 28% para 27%, e Marina Silva (PV), de 10% para 11% - ambos dentro da margem de erro do levantamento.

 

 

A estabilidade dos números totais oculta algumas variações regionais. Em importantes colégios eleitorais do Nordeste, Dilma subiu e Serra caiu.

Na Bahia, por exemplo, a petista passou de 60% para 64% e ampliou sua vantagem em relação ao principal adversário de 38 para 46 pontos porcentuais. Em Pernambuco, Dilma lidera por 67% a 18% - há uma semana, o placar era de 62% a 21%.

 

Veja também:

linkBriga entre tucano e petista beneficia Marina

linkIbope: Vantagem diminui, mas Alckmin ainda venceria no 1º turno 

linkCabral mantém liderança no RJ, aponta Ibope

especialMapa das viagens dos candidatos à Presidência

especialA propaganda eleitoral dos candidatos

O escândalo da violação de sigilo - levado ao horário eleitoral por iniciativa de Serra - fez com que a candidata do PT perdesse eleitores no eleitorado de maior renda e escolaridade. No segmento com escolaridade superior, por exemplo, ela caiu cinco pontos porcentuais.

Em ambos os casos, foi Marina quem se beneficiou - os números do tucano praticamente não variaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.