Dinheiro para a compra do dossiê Vedoin veio do jogo do bicho, confirma relatório

Um extenso relatório das investigações da Polícia Federal sobre a tentativa de compra do dossiê Vedoin, que supostamente apresenta denuncias contra candidatos do PSDB, a ser entregue na tarde desta sexta-feira à Justiça Federal em Cuiabá, confirma que parte do R$ 1,7 milhão que seria utilizado por representantes do PT no pagamento da documentação, foi proveniente do jogo do bicho. A constatação foi adotada após uma série de investigações do delegado Diógenes Curado, autor do novo documento, e de sua equipe, para atender uma exigência da Justiça, que queria o relatório antes do segundo turno das eleições, que será no dia 29 de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.