Diniz diz que não sabe causas de acidentes

O empresário Abílio Diniz, presidente do grupo Pão de Açúcar, afirmou que não sabe quais foram as causas do desabamento do teto do Hipermercado Extra, em São Caetano do Sul. Diniz disse que, aparentemente, o acidente ocorreu primeiro na parte nova da construção, que teria puxado a parte antiga, onde operava anteriormente a fábrica de equipamentos automotivos ZF. De acordo com ele, o grupo Pão de Açúcar, a que pertence o Extra, possui uma equipe de avaliação de riscos, que costuma verificar as condições de segurança das unidades da empresa. Diniz, que deixou há pouco o local de helicóptero, disse que "agradece a Deus por só terem vítimas leves", mas não adiantou que tipo de assistência poderá ser prestada posteriormente aos acidentados no hipermercado. Uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) está se dirigindo ao local do desabamento, para iniciar as investigações sobre as causas do acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.