Diretor da Funasa atropela e mata estudante em Maceió

O diretor de saneamento da Fundação Nacional de Saúde em Alagoas (Funasa), Luiz Mota dos Santos, de 48 anos, atropelou e matou a estudante de enfermagem Fabiana de Menezes Olegário Fernandes, de 22 anos. O acidente aconteceu na noite desta terça-feira, 15, perto da casa da vítima, na BR-104, em frente ao Conjunto Inocoop, no Tabuleiro do Martins, na periferia de Maceió.Segundo testemunhas, Luiz Mota dirigia embriagado, em alta velocidade e pela contramão. Fabiana de Menezes voltava da Escola de Enfermagem Santa Bárbara, que fica no bairro do Farol. Tinha acabado de descer do ônibus quando foi atropelada pelo servidor da Funasa, que dirigia um Gol.Após atropelar a estudante, o motorista fugiu do local, sem prestar socorro à vítima e ainda pela contramão. Uma das testemunhas acionou o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o diretor foi preso em flagrante. Levado para a Delegacia de Plantão 2, Luiz Mota confessou o crime, mas disse que foi sem querer. "Eu não me lembro de nada. Eu não sei o que aconteceu. Eu só sei que deixei o Mota (primo) na casa dele, no Canaã", argumentou o motorista, na delegacia. Mota, segundo o acusado, é tenente da Polícia Militar.O caso está sendo apurado pelo delegado Fernando Tenório, da Delegacia de Acidentes. Segundo o delegado Jobson Cabral, de plantão na Deplan 2, o acusado vai responder por crime de homicídio culposo (sem intenção de matar, embriagues ao volante e direção perigosa, conforme os artigos 302 e 306, do Código Nacional de Trânsito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.