Diretor da PF acredita que descobrirá origem do dinheiro antes do 2º turno

O diretor geral da Polícia Federal, Paulo Lacerda, disse na manhã desta quinta-feira acreditar que vai se descobrir antes do segundo turno a origem do R$ 1,7 milhão descobertos com o advogado de Gedimar Passos para compra do dossiê contra os tucanos José Serra e Geraldo Alckmin."Estamos com este objetivo. Acredito que vamos conseguir", disse.Ele afirmou também que a Polícia Federal entregará no início da semana que vem um relatório parcial ao juiz da Segunda Vara Federal, Jefferson Schneider, sobre a apuração já realizada.Lacerda confirmou ainda que aproximadamente R$ 5 mil do total descoberto com Gedimar Passos mostram indícios de que vieram do jogo do bicho.Lacerda participou de evento no Tijuca Tênis Clube, no Rio, do projeto "Guias Cívicos", que prepara jovens para trabalhar nos jogos Pan-americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.