Diretor de presídio é assassinado em Contagem (MG)

O delegado aposentado Otacílio Theotônio de Lima, de 63 anos, diretor da penitenciária de São Joaquim de Bicas, na região metropolitana da capital mineira, foi assassinado a tiros na noite de sexta-feira, ao chegar em sua casa, na cidade Contagem, também na Grande Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Civil, o diretor foi surpreendido por dois homens, que teriam pulado o muro da residência momentos depois de a vítima entrar com o carro na garagem. Lima foi atingido na cabeça por dois tiros, quando fechava o portão.Ele tinha acabado de chegar de seu sítio, no bairro Bandeirinhas, em Betim. Testemunhas disseram que os dois desconhecidos estavam de "tocaia", à espera do policial aposentado. Até a tarde desta sábado nenhum suspeito havia sido preso.A polícia investiga a motivação do crime. A hipótese de latrocínio (matar para roubar) não está descartada, mas apenas a arma do diretor (PT 380) foi levada pelos assassinos. As primeiras informações indicavam que ele teria reagido ao assalto. Porém, policiais disseram que a ação tinha características de execução.Lima dirigia a penitenciária de São Joaquim de Bicas há cerca de um ano e meio. Descrito por colegas da corporação como um profissional honesto, que não tolerava casos de corrupção policial, o delegado, antes de se aposentar, atuou também na Corregedoria de Polícia Civil e dirigiu a Casa de Detenção Dutra Ladeira, em Contagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.