Diretor de teatro paulista é assassinado no Rio

O corpo do diretor de teatro paulista Carlos Calchi, assassinado ontem no Rio, está no Instituto Médico Legal de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Calchi foi morto com um tiro na cabeça após uma briga de trânsito na rodovia Dutra.Ele havia deixado um centro de recuperação de menores infratores na Baixada onde desenvolvia uma oficina de teatro para os jovens. O corpo seguirá para São Paulo ainda hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.