Diretores afastados por suspeita de fraude

Um diretor-geral do Centro de Detenção Provisória 1 (CDP) de Osasco (Grande São Paulo) e outro de Parelheiros, na zona sul, foram afastados dos cargos por suspeita de falsificação de diploma de curso superior, exigido para a função. A Secretaria da Administração Penitenciária faz levantamento em todo o Estado para saber se há outros casos. Os suspeitos são Francisco dos Santos e Milton Ribeiro da Silva, que não foram localizados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.