Discussão familiar termina em tragédia no interior de SP

Uma discussão em família terminou em tragédia na tarde deste sábado em Votuporanga, a 519 quilômetros de São Paulo. O corretor Osmar Peralti, 46 anos, discutia com a filha, a secretária Danitieli Luiz Peralti, de 21 anos, quando disparou um tiro no peito da garota. Em seguida, deu mais dois tiros, no braço e abdômen da mulher, Marilene Cássia Peralti, de 41 anos, e depois apontou o revólver para seu ouvido e disparou.Dainitieli não resistiu e morreu na hora. O corretor e a mulher estavam internados no início desta noite, mas não corriam risco de morte. A bala não teve força para entrar no ouvido do corretor e Marilene passava por cirurgia. O crime aconteceu na casa da família, no centro de Votuporanga. A polícia não quis divulgar o hospital onde o corretor estava internado com medo de que moradores queiram linchá-lo. Os motivos do crime são desconhecidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.