AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Discussão, tiros e morte em comício eleitoral em Osasco

Eram 22h30 de ontem, e vários tiros foram disparados em meio à multidão. O prefeito licenciado, Celso Giglio, do PSDB, candidato à reeleição em Osasco (Grande São Paulo), iria dar início ao seu discurso em um comício que estava sendo realizado na Praça Maria José da Silveira, em Vila Pestana, próximo ao Centro da cidade. Já haviam discursado o candidato a vice, Délbio Teruel, e Tabajara, um dos derrotados no primeiro turno. O atual prefeito apenas teve tempo de dizer boa noite.Foram pelo menos 5 tiros. Três deles atingiram Antonio Lindomar da Silva, de 30 anos, que morreu quando era atendido no Pronto-Socorro do Jardim Santo Antônio. O autor dos disparos, que usava uma camisa vermelha, boné e bermuda, fugiu e até o momento não foi localizado.Outros dois tiros acabaram atingindo a jovem Mislene Aparecida de Moraes, de 16 anos, no braço esquerdo, e o ajudante-geral Marcelo Campos de Oliveira, de 19 anos, ferido nas costas. Ambos foram levados para o Pronto-Socorro Municipal Antonio Giglio e já estão fora de perigo.Na correria, pelo menos 16 pessoas ficaram feridas. Seis delas foram encaminhadas ao Pronto-Socorro do Jardim Santo Antônio; com fratura, o caso mais grave é o de Dercy de Souza Oliveira, de 45 anos, que foi transferida para o Antonio Giglio. Mais dez feridos também foram atendidos no mesmo hospital. Discussão teria motivado disparosSegundo policiais militares da 1.ª Companhia do 14.º Batalhão, o tiroteio começou após uma discussão entre o rapaz, que foi assassinado, e o autor dos disparos. Um pisão no pé teria sido o motivo da briga. Após ser apartado por duas vezes por pessoas que estavam ao seu lado, o desconhecido foi embora e, minutos depois, retornou armado, atirando contra Lindomar. O caso foi registrado no 1.º Distrito Policial de Osasco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.