Disque-denúncia dará recompensa por pistas de pichadores do Cristo

Estátua considerada maravilha do mundo moderno teve rosto e braços pichados; Iphan já apagou incrições

EFE,

17 de abril de 2010 | 15h43

O Disque-Denúncia anunciou uma recompensa de R$ 5 mil a quem fornecer pistas que levem à captura dos pichadores do Cristo Redentor. Segundo o anúncio, as denúncias podem ser feitas para o mesmo número que o órgão recebe suas ligações, o 2253-1177.

 

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, mencionou a recompensa em declarações à imprensa, mas esclareceu que não se trata de uma iniciativa pública. Segundo o anúncio, o dinheiro é uma doação de "cidadãos cariocas indignados, que não querem ver delinquentes afrontando o Rio de Janeiro".

 

As pichações feitas nos braços, rosto e peito do Cristo Redentor na madrugada da quinta-feira já foram apagadas. O ato de vandalismo está sendo investigado pela Polícia Federal, já que a estátua foi declarada Patrimônio Nacional no ano passado e está localizada em uma reserva administrada pelo governo federal.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.