Divulgação
Divulgação

Divulgada imagem de Anísio da Beija-Flor com uniforme de presidiário

Patrono de escola de samba está preso em Bangu, na zona oeste da cidade do Rio

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

16 Janeiro 2012 | 19h24

SÃO PAULO - A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) do Rio de Janeiro divulgou nesta segunda-feira, 16, uma foto do bicheiro Aniz Abrahão David, conhecido como "Anísio da Beija-Flor", com uniforme de presidiário.

Ele foi preso em Copacabana, na zona sul da cidade, na quarta-feira, 11, por contravenção e formação de quadrilha.

Anísio estava em um carro acompanhado de Pedro Cardoso Almeida, irmão de Paulo Cardoso de Almeida, ex-presidente da Liga das Escolas de Samba (Liesa). Ele foi abordado por policiais civis em frente a um laboratório médico, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana.

O contraventor teve a prisão decretada no dia 15 de dezembro, mas no dia 24, os advogados dele conseguiram um habeas corpus. Na segunda-feira, 26, o desembargador Paulo Rangel revogou a liberdade de Anísio. 

Na última quinta-feira, 12, a Justiça converteu a prisão em flagrante do patrono da escola de samba em preventiva.

Devido ao diagnóstico de arritmia cardíaca, Anísio ficou inicialmente no Hospital Psiquiátrico Penal, em Bangu, na zona oeste. Depois, ele foi levado para uma penitenciária.

Disque-Denúncia. O Disque-Denúncia realiza uma campanha para obter informações que levem aos acusados de promover o jogo do bicho. Está sendo oferecido uma recompensa de R$ 5 mil para dados que ajudem a prender Luiz Pacheco Drummond, Helio de Oliveira, e o ex-prefeito de Teresópolis Mário Tricano.

Mais conteúdo sobre:
Anísio da Beija-Flor Seap

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.