Divulgados nomes das vítimas na queda de ônibus na Avenida Brasil

Enterro das sete pessoas que morreram no acidente deve acontecer nesta quarta-feira

Breno Lemos Pires - O Estado de S.Paulo - Atualizado às 11h15,

03 Abril 2013 | 09h30

Foram divulgados os nome das sete pessoas que morreram na queda de um ônibus do Viaduto Brigadeiro Trompowski sobre a Avenida Brasil, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira, 2. Dez pessoas ficaram feridas no acidente e estão em cinco hospitais municipais, estaduais e federal. Ao menos quatro se encontram em estado grave.

De acordo com os bombeiros, as vítimas foram Luiz Antônio do Amaral, de 41 anos, Marcius Flávio do Nascimento, de 36, Oséias da Silva Cardoso, de 39, Ângela Maria Reis da Silva, de 62, Francisco Batista da Souza, de 40, e José Aparecido de Jesus, de 41, e Luciana Chagas da Silva, de 26.

Os corpos das vítimas já foram liberados pelo IML e o enterro deve acontecer nesta quarta-feira.

O acidente com o ônibus da linha 328, do bairro Bananal até o Castelo, no centro, aconteceu por volta das 16h30 desta terça-feira, 2. O veículo perdeu o controle no Viaduto Brigadeiro Trompowski, nas imediações da Ilha do Governador, subiu na calçada, rompeu a proteção e caiu na Avenida Brasil, uma das principais vias de acesso à capital carioca.

O motorista do ônibus, André Luís Oliveira, 32, que sofreu fratura de fêmur e traumatismo craniano, disse à polícia que o acidente aconteceu depois que um carro fechou a passagem. No entanto, ele será novamente ouvido, pois o delegado entendeu que, devido ao trauma, o motorista poderia estar confuso.

Feridos

Um dos feridos se encontra em estado grave e respira com ajuda de aparelhos no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Municipal Miguel Couto, na zona sul do Rio, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Ele teve um trauma no tórax e foi operado. O segundo ferido levado ao hospital operou a face e está no pós-operatório. Há também um homem e uma mulher feridos em outro hospital municipal da cidade, o Souza Aguiar, no centro.

Uma adolescente de 17 anos, que teve uma fratura na clavícula e traumatismo craniano leve foi transferida do Hospital Federal de Bonsucesso para outra unidade após fazer tomografia. O hospital atendeu também uma senhora de 59 anos, que não estava envolvida diretamente no acidente, mas passou mal ao presenciar a cena e foi levada ao HFB com insuficiência respiratória aguda. Ela fez alguns exames e permanece internada.

O Hospital Estadual Getúlio Vargas reúne outros quatro feridos: um homem não identificado, de cerca de 18 anos, sofreu traumatismo craniano e está na UTI em estado grave. Outro, de 86 anos, deu entrada com traumatismo craniano leve, com estado de saúde estável. Ele foi transferido para o Hospital da Aeronáutica. Uma mulher de 17 anos sofreu fraturas na coluna e seu estado de saúde é considerado estável. E um homem, de 33 anos, sofreu fratura de fêmur e seu estado de saúde é considerado estável.

Também há uma mulher em estado grave no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes. Ela tem cerca de 30 anos e sofreu diversas lesões na área do tórax. Ela passou por cirurgia e está na UTI.

Vídeos

Passageiros de ônibus que passavam perto do local registraram em vídeo a movimentação de policias, bombeiros e curiosos momentos após o acidente. Vários destes registros foram publicados no YouTube.

Mais conteúdo sobre:
Ônibus acidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.