Divulgados retratos falados de autores de atentado no Sumaré

A polícia divulgou nesta segunda-feira os retratos falados de dois dos homens que invadiram o 3º Distrito Policial de Sumaré, cidade da região de Campinas, no último sábado, matando dois policiais e ferindo um. Na fuga, os bandidos deixaram uma bomba que explodiu no prédio.O 3º DP não abrigava presos. Por isso, a polícia trabalha com duas hipóteses para o crime: vingança contra um dos policiais ou atentado da facção Primeiro Comando da Capital (PCC).O primeiro homem, descrito por uma testemunha do ataque, é branco, forte, tem 1,80 metro, cerca de 25 anos, cabelos e olhos castanhos. O outro é magro, aparenta a mesma idade, tem os cabelos castanhos claros com uma mecha no topete e olhos cor de mel. Ele é pardo e dirigia o carro usado pela quadrilha: um Vectra cor de chumbo ou um Honda Civic. Informações sobre a identidade dos bandidos podem ser passadas aos telefones do Disque-Denúncia 0800-156315 ou do Disque-Homicídios (3326-2121), ambos de São Paulo. O caso está sendo apurado pela equipe especial do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e pela delegacia de Sumaré.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.