DJ Big e Confluência abrem o alternativo Rec-Beat

Conhecido como o ´carnaval alternativo´ do Recife, o Rec-Beat começa neste sábado no palco armado no Cais da Alfândega, no Recife Antigo, com a apresentação do DJ Big e a banda Confluência, um projeto com o propósito de resgatar a poesia popular nordestina, agregando novos valores à produção do Hip-Hop. Esta será uma últimas apresentações de DJ Big no Recife antes de partir para a Alemanha. Para o show, marcado para 19h30, a banda convidou Canibal, da Devotos, e o cantor popular Ivanildo Vila Nova, que também cantam nas faixas do segundo disco da banda, em fase de produção. Às 20h30, o percussionista Erasto Vasconcelos e sua banda fazem apresentação baseada no disco "Jornal da Palmeira" (2005). Com 40 anos de carreira musical, Erasto é cultuado pela geração que fez do manguebeat a ponte que uniu Pernambuco ao mundo. A terceira atração da noite é a Digital Groove, um projeto de Felipe Falcão e Zezão Nóbrega, que consegue, através da força do digital, unir elementos da cultura regional nordestina com tendências eletrônicas e modernas. Digital Groove trabalha com samplers de Naná Vasconcelos, Lula Queiroga, Silvério Pessoa e conta com participação especial nos shows de Zé Neguinho do Coco e Zé Brown, do Faces do Subúrbio. Supergalo, a quarta banda a tocar no Rec-Beat deste sábado, traz em sua formação o baixista Alf (ex-Rumbora) e o baterista Fred (ex-Raimundos) em companhia de Marquim, na guitarra. O power trio possui um som devastador e fizeram aclamadíssimos shows em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. A partir das 23h30, o público do Rec-Beat poderá conferir uma das revelações do cenário musical brasileiro, o grupo paraibano Zefirina Bomba. Com performances de cair o queixo, o grupo que utiliza uma viola com distorção de guitarra para amplificar seu som, tem seu estilo definido como "noisecoregroovecocoenvenenado", título de seu disco de estréia lançado pela Trama Virtual. Encerrando a noite, o Z´África Brasil mostra seu hip hop numa explosiva fusão sonora com importante engajamento social e político. Formado por MC Funk Buia, MC Gaspar, MC Pitcho e DJ Tano, Z´África Brasil atua usando os elementos da cultura hip hop junto às comunidades. O último álbum lançado, ´Tem Cor Age´ (2006), foi resultado da parceria com o Coletivo Instituto, DJ Periférico e Elemental.

Agencia Estado,

17 Fevereiro 2007 | 13h16

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.