DJs estrangeiros ameaçam espírito do carnaval, diz <i>Guardian</i>

A presença de DJs estrangeiros se apresentando durante o carnaval ameaça a autêntica festa afro-brasileira de Salvador, afirma reportagem publicada nesta segunda-feira pelo diário britânico The Guardian. ?Com o carnaval anual de Salvador se aproximando, há crescentes temores entre os puristas de que um aumento no número de atrações internacionais, como o DJ britânico Fatboy Slim, faz soar a marcha fúnebre para o autêntico carnaval afro-brasileiro?, diz o jornal.A reportagem observa que, ?nos últimos anos, os tradicionais trio-elétricos que se reúnem para o carnaval de Salvador ganharam a companhia de um crescente número de músicos e DJs estrangeiros?.O texto relata que, em 2007, além de Fatboy Slim estarão presentes também músicos como a colombiana Shakira, Ziggy Marley e Carlos Santana, além de DJs brasileiros, como Marky e Patife, ?tocando uma variedade de música eletrônica importada?.A reportagem afirma ainda que o mesmo temor levou a associação de escolas de samba do Rio de Janeiro a proibir a participação de estrangeiros nos seus desfiles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.