Doados órgãos de jovem que foi obrigado a pular de trem

O corpo do estudante Clayton da Silva Leite, de 20 anos, já está no Instituto Dante Pazzanezze, na Vila Mariana, zona Sul de São Paulo, para análises. Ele teve morte cerebral neste domingo e a família decidiu doar os órgãos. Clayton foi um dos dois jovens obrigados a pular de um trem em movimento por três skinheads, em Mogi das Cruzes. Ele ficou internado durante uma semana na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não resistiu. Depois que o corpo for liberado, a família irá decidir onde será o velório e o enterro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.