Dois bombeiros são presos durante manifestação em frente ao Palácio Guanabara

Durante a madrugada, cabo e capitão foram chamados para dentro do palácio e presos

Solange Spigliatti, estadão.com.br

14 Setembro 2011 | 08h08

SÃO PAULO - Dois bombeiros militares foram presos na madrugada desta quarta-feira, 14, no Rio, durante manifestação da categoria em frente ao Palácio Guanabara, segundo informações da Associação SOS Bombeiros.

 

A manifestação teve início na noite de terça-feira, após ato realizado na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) durante a tarde. Por volta da 1 hora da madrugada desta quarta-feira, o cabo Daciolo e o capitão Marchesini foram chamados para dentro do palácio e acabaram presos, de acordo com a instituição, que ainda não tem informações sobre o motivo da prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.