Dois corpos de tripulantes encontrados em Paranaguá

Os corpos de dois dos quatro desaparecidos no acidente com o navio de bandeira chilena Vicuña, de propriedade da Sociedad Naviera Ultragas, que explodiu na noite de segunda-feira no Porto de Paranaguá, foram encontrados na tarde de hoje.Pela manhã, um corpo mutilado e carbonizado foi resgatado quando boiava nas proximidades da Ilha das Cobras e o outro foi encontrado por pescadores por volta das 15 horas próximo à lha Seca Rasa, na saída da Baía de Paranaguá.O Corpo de Bombeiros passou o dia tentando controlar o incêndio que tomava conta do interior do que restou do navio. A dificuldade era o labirinto interno no navio e o desconhecimento dos bombeiros sobre todos os compartimentos.Prejuízo ambientalNa hora da explosão, o navio ainda estava com 5 milhões de litros de metanol, produto tóxico e inflamável, além de 1,2 mil toneladas de óleo bunker - combustível do navio, e outras 150 toneladas de óleo diesel. De acordo com o secretário de Estado do Meio Ambiente, Luiz Eduardo Cheida, o diesel ainda vazou. Sobre os outros dois produtos ainda não se sabe a quantidade derramada no mar e nem se continuam vazando.Uma mancha já pode ser observada por mais de 4 quilômetros, atingindo várias ilhas e até a baía de Guaraqueçaba.

Agencia Estado,

16 de novembro de 2004 | 17h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.