Dois corpos são deixados em porta de hospital no Rio de Janeiro

Kombi estacionou em frente ao hospital e rapaz retirou os corpos, que apresentavam várias marcas de tiros

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

22 de outubro de 2009 | 06h57

Os corpos de dois homens, ainda não identificados, foram deixados por um desconhecido, nesta madrugada de quinta-feira, 22, na porta do Hospital Getúlio Vargas, na Penha, zona norte do Rio, no subúrbio da cidade.

 

Veja também:

link 34 pessoas já morreram nos conflitos em morros

link Rio investiu só 24% da verba prevista para segurança

link Tarso nega falta de ações da PF no combate às drogas

link OAB diz que confrontos foram 'ataques terroristas'

link Não vamos desanimar no combate à violência, diz Lula    

 

O rapaz, segundo testemunhas, estava ao volante de uma Kombi, parou o veículo em frente ao hospital e retirou os corpos, que apresentavam várias marcas de tiros, a maioria na cabeça.

 

Ele afirmou ser morador da Vila Cruzeiro e que apenas estava cumprindo ordens de traficantes, mas não soube informar em que circunstâncias os dois homens foram mortos.

 

A polícia acredita que os dois corpos possam ter relação com os conflitos entre traficantes da região, mas não descarta a possibilidade dos dois desconhecidos terem sido mortos durante a operação da PM na Vila Cruzeiro no final da tarde desta quarta-feira, 21.

Tudo o que sabemos sobre:
drogasVila Cruzeirocorpos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.