Dois foliões são baleados no bloco Pipocão em Salvador

Originalmente, a idéia de não haver cordas no bloco Pipocão, idealizado pelo músico Carlinhos Brown, visava a integrar os ?sem-bloco? - conhecidos como integrantes da pipoca, em Salvador (BA). Na prática, porém, o grupo foi o primeiro a apresentar problemas mais sérios de segurança no Circuito Dodô (Barra-Ondina). Segundo informações da Polícia Militar, duas pessoas foram baleadas no bloco, perto do Farol da Barra - onde começa o circuito. De acordo com a PM, os tiros foram disparados depois de brigas entre gangues rivais, de bairros periféricos da capital baiana. Ainda não havia informações sobre o estado de saúde das vítimas ou sobre suas identidades, mas testemunhas afirmam que um dos baleados foi atingido com um tiro na cabeça. Alheio ao incidente, Carlinhos Brown apregoou, para uma multidão que usava uma tiara com uma pipoca estilizada afixada, a igualdade de direitos entre ricos e pobres na folia baiana. O cantor Zezé di Camargo, que à tarde havia estado no bloco Coruja, no Circuito Osmar (Campo Grande) fez participação especial no Pipocão, cantando, junto com Brown, Amor I Love You - fruto da parceria entre Brown e Marisa Monte. Rio Um rapaz de 16 anos foi baleado nas nádegas em uma briga de homens fantasiados de bate-bolas na Cinelândia, no centro do Rio, por volta das 21 horas de segunda-feira, 19. Ele foi levado para o Hospital Souza Aguiar. Um dos mascarados estava armado e foi o responsável pelo tiro, de acordo com policiais militares que atuam na região. O agressor fugiu. Segundo a polícia, é raro um fato como esse na Cinelândia, praça que abriga prédios históricos como o Teatro Municipal, a Biblioteca Nacional e o Centro Cultural da Justiça Federal, edifício que sediava o Supremo Tribunal Federal quando o Rio era capital do País. O policiamento foi reforçado na praça. Arrastão Armados com um revólver calibre 38, cinco bandidos, entre eles três mulheres, sendo uma adolescente, todos vestidos de preto, realizaram um arrastão, no final da noite de ontem, na Avenida Presidente Vargas, próximo à Praça da República, região central da cidade do Rio. Policiais militares foram acionados após foliões, que estavam próximo da Marquês de Sapucaí, entre eles turistas, serem atacados e terem pertences pessoais levados pelos criminosos. A Polícia Militar fez o cerco e conseguiu deter os assaltantes, que foram encaminhados à 06ª Delegacia de Polícia, de Cidade Nova, cujo plantão desta madrugada está muito agitado por causa do número grande de ocorrências da mesma natureza. Outros assaltantes também foram presos após atacar foliões próximo da Praça Tiradentes. Colaborou Ricardo Valota

Agencia Estado,

20 Fevereiro 2007 | 04h11

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.