Dois jovens danificam obra de Aleijadinho

A Polícia Civil de São João Del Rey, na região do Campo das Vertentes, identificou hoje dois jovens, de 18 e 22 anos, responsáveis por atos de vandalismo e danos a peças do escultor barroco Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, pertencentes à fachada da Igreja de São Fracisco de Assis, naquela cidade. Na madrugada de domingo, os dois rapazes, cujos nomes não foram divulgados, subiram por um andaime instalado na frente da igreja - construída em 1744 e que está sendo restaurada com verba do Ministério da Cultura -, e destruíram um globo e uma cruz, ambos em pedra sabão. Também arrancaram uma cabeça de anjo esculpida no mesmo material, recuperada no dia seguinte na casa de um dos vândalos. Os dois prestaram depoimento e foram liberados, mas responderão a inquérito por crime de dano ao patrimônio público, com pena prevista de seis meses a dois anos. Segundo o ministro da Ordem de São Francisco no município, Carmelo Viegas, as peças poderão ser reconstituídas pelos restauradores, "mas o trabalho deverá durar meses". Viegas também afirmou que "serão colocados guardas 24 horas por dia na porta da igreja".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.