Dois ladrões são presos ao tentarem roubar fuzil do Exército

Dois homens e um menor foram detidos na madrugada de desta sexta-feira em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, quando tentaram roubar um fuzil automático leve do 6º Batalhão de Infantaria Leve do Exército, em Caçapava. Eduardo Tavares da Silva, de 22 anos, Eduardo Aparecido da Silva, de 21 anos e o menor R.G.S, de 17 anos, chegaram armados à guarita, onde um oficial fazia a guarda do local. Na abordagem, o militar reagiu e atirou em direção aos bandidos. Houve troca de tiros, mas ninguém se feriu. Sem conseguir roubar o fuzil, de uso exclusivo do Exército, os ladrões fugiram pela Via Dutra, mas foram presos logo em seguida, em São José dos Campos, a 17 km de Caçapava. Em depoimento à polícia, os ladrões afirmaram o envolvimento de um ex-soldado do Exército. David Heleno Ribeiro da Silva, de 21 anos, está sendo procurado pela polícia. Esta foi a segunda vez que os bandidos praticam o mesmo crime. Segundo a polícia, em março deste ano, eles conseguiram roubar uma arma semelhante da guarita do Batalhão do Exército de Caçapava, ao renderem um oficial. Na tarde de hoje, o menor foi encaminhado à Delegacia da Infância e Juventude de São José dos Campos e os dois homens presos na cadeia pública do Putim, na mesma cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.